História

il_570xN.476764795_11fk

 

O atual “estado da arte” do Shibari/Kinbaku foi construído ao longo de centenas de anos, que incluíram aspectos religiosos, sociais, guerras e conflitos, artes marciais, teatros e revistas japoneses, até ser descoberto pelo Ocidente, que nele incluiu outras características.

Entender o que é Shibari/Kinbaku para um não oriental requer um mergulho, uma grande imersão nas tradições japonesas, e o mais importante, sentir e ver como um japonês.

É para tentar dar palavras à estas emoções e sentimentos que abrimos esta seção. Talvez as letras não sejam capazes de traduzir tais sentimentos; talvez a expressão dos sentimentos através das palavras sejam pífias demais; talvez os sentimentos deste que escreve não sejam os mesmos deste que ora lê; talvez…

Apesar de existir um consenso de 99,99% dos shibaristas e Mestres japoneses, que incluem a existência de uma conexão entre quem amarra e quem é amarrado como essência do Shibari/Kinbaku, os aspectos históricos foram e são tão importantes quanto, pois sem eles tais sentimentos talvez não aflorassem.

Arte e sentimentos não são estáticos, são forças naturais de plenos movimentos e mudanças, inerentes às vontades e desejos de seus observadores, amantes ou não.

Sejam muito bem vindos à este maravilhoso mergulho!

 

Clique aqui e vá direto à parte 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *